Saúde bucal em pacientes oncológicos

O acompanhamento odontológico é extremamente importante durante as terapias oncológicas, pois a boca é um dos principais órgãos afetados.

A quimioterapia e/ou radioterapia é indispensável para o tratamento de alguns tipos de doenças porque inibem as células neoplásicas ou acabam por destrui-las completamente. Mas essas terapias não diferenciasm as células saudáveis e por tanto, são frequentemente acompanhadas de efeitos colaterais.

A quimioterapia afeta as células que se dividem rapidamente, como as que fazem parte da cavidade bucal e do trato digestivo. Isso pode resultar em inflamação e ulceração da boca e todo o trato digestivo, causando desconforto e dor. A radioterapia pode causar dor e secura na boca. Em muitos casos, após o tratamento ocorre a redução dos níveis de glóbulos brancos (células de defesa), criando uma maior susceptibilidade a infeções orais como a candidíase ou herpes.

Entre as complicações bucais mais comuns estão as mucosites. São leões (feridas) muito doloridas que interferem na alimentação e podem causar a denutrição do paciente. Estas complicações orais causam a debilitação do paciente e podem provocar alteração no tratamento e até mesmo a interrupção. Podem ocorrer também: xerostomia (boca seca), infecções fúngicas, virais e bacterianas, alteração de paladar, alterações funcionais: como a fala, deglutição e abertura na boca (trismo), e susceptibilidade a cárie rampante.

PRINCIPAIS CUIDADOS BUCAIS...


Os principais cuidados bucais são o estabelecimento de uma boa higiene bucal, manter sempre a boca úmida e confortável. Estes cuidados orais são importantes para reduzir ou até mesmo prevenir a frequência e a severidade das complicações orais como a mucosite.

1. ANTES DA TERAPIA ONCOLÓGICA
O acompanhamento do Cirurgião Dentista previamente ao tratamento oncológico, pode excluir e corrigir possíveis focos infecciosos como a cárie, próteses mal ajustadas e outras patologias bucais.

É recomendado utilizar uma ou duas semanas antes do tratamento oncológico um enxágue antisséptico sem álcool. Sendo que o álcool é extremamente prejudicial ao paciente, podendo agravar ainda mais os problemas bucais.

Cariax Gengivas enxágue bucal é um potente agente antisséptico usado na odontologia. Para potencializar o efeito associar com Cariax Gengivas pasta dentifrícia, que não contém lauril sulfato de sódio (LSS), portanto não resseca nem descama a mucosa oral. O flúor está presente nas duas apresentações, fortalecendo e remineralizando o esmalte dentário, necessário principalmente nos casos de vômitos durante tratamentos oncológicos.

2. DURANTE O TRATAMENTO ONCOLÓGICO
Os cuidados com a higiene oral devem continuar durante o tratamento oncológico pois, podem ocorrer úlceras ou lesões na mucosa bucal, sendo necessário um antisséptico de alta concentração como o Periokin Gel ou soluções que ajudam na regeneração do tecido oral como o Kin Care Gel

A redução dos mecanismo de proteção podem ocasionar também a xerostomia (boca seca). O uso de Kin Hidrat Spray combate a secura da boca, restabelecendo o equilíbrio salivar e proporcionando uma sensação imediata de umidade e conforto.

3. APÓS O TRATAMENTO ONCOLÓGICO
Para a manutenção diária das gengivas é indicado o uso de GingiKIN Plus uma vez que promove a revitalização e fortalecimento da gengiva debilitada.

CUIDADOS BUCAIS DIÁRIOS DURANTE O TRATAMENTO

É importante seguir as recomendações dos profissionais para a prevenção dos principais problemas bucais decorrentes do tratamento quimioterápico ou radioterápico.Limpeza mecânica: escovar os dentes com uma escova dental de cerdas macias depois das refeições, usando um creme dental sem lauril sulfato de sódio e com ação de fortalecimento da gengiva.
  • Limpar a língua e usar o fio dental com cuidado para evitar traumas.
  • Bochechos: usar enxágue bucal com um antisséptico de amplo espectro e com ação revitalizadora do tecido gengival. É essencial que não contenha álcool.
  • Prótese removível: certifique-se que estejam limpas e ajustadas à cavidade oral. Escove a prótese, pelo menos duas vezes ao dia, e utilize produtos específicos para limpeza. Deve-se retirar a prótese para dormir e evitar usar se o paciente apresentar mucosite.
  • Proteção dos lábios: manter os lábios bem hidratados para evitar rachaduras e mais fontes de infecções.
Posted in
Tagged with , ,

PharmaKIN

Qualidade farmacêutica para a higiene bucal.

Related Posts

No Comments