Problemas de gengiva: dicas básicas

As doenças periodontais são patologias localizadas no periodonto. Este é formado por tecidos que protegem, envolvem e proporcionam suporte aos dentes: gengiva, osso alveolar, ligamento periodontal e cemento radicular.

O acúmulo de bactérias na gengiva em forma de placa bacteriana ou biofilme dental produz uma reação inflamatória gengival conhecida como gengivite. A gengivite é caracterizada por ser reversível, mas, se não for tratada de forma adequada com o uso de enxaguantes bucais e cremes dentais específicos para eliminar essas bactérias, essa doença pode degenerar em periodontite.

A periodontite é basicamente diferenciada da gengivite pela destruição óssea, que é irreversível e pode causar a perda do dente.

Como detectá-los?

As doenças periodontais são patologias localizadas no periodonto. Este é formado por tecidos 
O sintoma mais frequente é o aparecimento de sangramento espontâneo ou durante a escovação dentária.
 

Prevalência e implicações


De acordo com a SEPA (Sociedad Española de Periodoncia y Osteointegración - Sociedade Espanhola de Periodontia e Osseointegração), em adultos entre 35-44 anos, 59,8% sofrem de gengivite e 25,4% de periodontite. Em pessoas idosas entre 65-74 anos, esta prevalência é maior: 51,6% de gengivite e 38% de periodontite.

As doenças periodontais podem ter dois tipos de consequências: local e sistêmica.

Em nível local, a consequência mais importante é a perda do dente, que implica em efeitos antiestéticos e afeta a função de mastigação.

Em nível sistêmico, a presença de um grande número de bactérias na parte inferior da gengiva pode levar à inflamação sistêmica e aumentar o risco de doenças cardiovasculares, dentre outras.

Prevenção

Prevenção
A melhor forma de prevenir doenças periodontais é manter uma boa higiene bucal para controlar os níveis de placa bacteriana.

Em pessoas com predisposição a este tipo de doença, também é aconselhável ter uma boa higiene, uma revisão periódica do dentista para detectar precocemente a possível doença.

Para o controle da placa bacteriana existem dois tipos de métodos:
 
  • Métodos mecânicos: uso de escovação dentária, fio dental ou escovas interdentais.
  • Métodos químicos: uso de enxaguantes bucais, cremes dentais, géis ou antissépticos bucais para ajudar os métodos mecânicos com a finalidade de controlar o acúmulo de bactérias da placa dental.

Dicas básicas para evitar o aparecimento de doenças gengivais

  • Manter uma boa higiene bucal com produtos formulados com flúor (é recomendável escovar os dentes e as gengivas pelo menos duas vezes ao dia ou após cada refeição).
  • É recomendável o uso de enxaguantes bucais e acessórios dentários, como fio dental ou escovas interdentais, para obter uma redução maior da placa bacteriana.
  • Controlar o consumo de alimentos com açúcar e, sobretudo, não ingeri-los antes de dormir.
  • Não ingerir alimentos muito ácidos.
  • Aumentar o consumo de alimentos ricos em cálcio.
  • Fazer uma higiene bucal profissional a cada seis meses.

 
Posted in
Tagged with ,

PharmaKIN

Qualidade farmacêutica para a higiene bucal.

Related Posts

No Comments


Mais lidos

Arquivo